Brasileiros aprovam o Desenrola, mas têm dificuldades com a conta Gov.br

A pesquisa Radar Febraban de outubro, realizada entre os dias 12 e 16, mostrou que a aquisição da casa própria continua na liderança do ranking dos cinco principais desejos dos brasileiros (30%). Reformar a casa (20%), aplicações em investimentos bancários (25%) e na poupança (22%) e cursos (18%) completam a lista de intenções, em que aparecem ainda viajar, ter um plano de saúde e comprar um carro como os demais interesses da população.

Para chegar a esta conclusão, a Febraban ouviu 2 mil pessoas em todas as regiões do País, que se mostraram otimistas em relação aos avanços econômicos. Para 48%, o Brasil está melhor em comparação a 2022.

Os entrevistados indicaram ainda que, apesar de aprovar o programa Desenrola (81%), em que é possível renegociar dívidas com desconto e condições facilitadas, 57% indicaram que não conhecem a atual fase do programa, em que as ofertas estão disponíveis no portal Gov.br e, para acessá-las, o usuário precisa ter uma conta de nível prata ou ouro. Assim, 42% dos participantes da pesquisa comentaram que já acessaram ou têm interesse em acessar a plataforma.

A aprovação do Governo Lula recuou 2 pontos percentuais em outubro, mas mantém o segundo maior percentual da série histórica (3%), atrás apenas dos 55% de aprovação do levantamento anterior. Os entrevistados que desaprovam o atual governo somam 40%.

Guerra no Oriente Médio

O conflito entre Israel e o Hamas é uma preocupação para 83% dos entrevistados pela Febraban, fazendo com que a crença de que o Brasil vai melhorar até o final do ano caísse de 59% para 56%.

“Além da tragédia humanitária do conflito no Oriente Médio, soma-se a apreensão com o impacto de eventual escalada regional sobre a elevação do preço do petróleo. No Brasil isso poderia gerar um efeito dominó sobre o IPCA, o preço dos combustíveis, dos alimentos e de outros produtos, afetando diretamente o consumidor”, afirmou o sociólogo e cientista político Antonio Lavareda, presidente do Conselho Científico do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (IPESPE).

Confira o resultado da pesquisa na íntegra neste link.

Siga todas as informações do Open Hub News no Linkedin ou em nossa Newsletter.
  

Autor