51% dos moradores do Sudeste pretendem vender o carro em 2024

Siga todas as informações do Open Hub News no Linkedin ou em nossa Newsletter.
  

●     Pesquisa produzida pela Serasa revela como os consumidores da região planejam as despesas com o veículo;

●     59% dos moradores do Sudeste usam seus carros diariamente;

●  Nos próximos 12 meses, outros 67% dos entrevistados do Sudeste planejam trocá-lo por um modelo melhor ou mais novo;

●     6 em cada 10 carros comprados na região Sudeste são seminovos;

●     18% dos moradores do Sudeste ainda não se planejaram ou não sabem como vão pagar o IPVA 2024.

59% dos moradores do Sudeste usam seus carros diariamente e 98% usam o meio de transporte pelo menos uma vez na semana. É o que aponta a pesquisa “A Relação do Brasileiro com o Automóvel”, realizada pela Serasa em parceria com o instituto Opinion Box. Em sua segunda edição, o estudo busca compreender como os consumidores da região administram seus gastos e realizam o planejamento das despesas com o veículo.

Para os moradores da região Sudeste, as funções mais usuais do automóvel são compras e tarefas do dia a dia (80%) e passeios em fins de semana (78%). O principal motivo de uso, no entanto, é a locomoção para o trabalho ou local de estudo (33%).

Nos últimos 12 meses, 41% dos entrevistados dizem ter intensificado a utilização do carro, sendo a eficiência no deslocamento (54%) e a necessidade dos filhos (25%) as principais causas para esse aumento. Já entre os 20% dos moradores do Sudeste que declaram diminuição do uso do automóvel, os maiores motivos são aumento dos gastos com combustíveis (37%) e evitar estresse no trânsito (23%).

Gastos com automóveis

Atualmente, 6 em cada 10 carros comprados na região são seminovos. Nos próximos 12 meses, 51% pretendem vender o carro e 67% planejam trocá-lo por um modelo melhor ou mais novo. Independentemente da situação, as principais motivações para adquirir um veículo são ter maior conforto no deslocamento (67%), necessidade de deslocamento eficiente (58%) e economizar tempo de deslocamento (51%).

Apesar do planejamento, 6 em cada 10 carros comprados no Sudeste não são pagos à vista. Dentre as opções de pagamento, 53% dos moradores utilizam algum meio de parcelamento para adquirir o automóvel. Desses, 15% costumam pagar as parcelas com atraso.

Ainda é válido destacar que 6 em cada 10 motoristas da região arcam sozinhos com os custos do automóvel. As despesas com os veículos ocupam a segunda posição entre os maiores gastos anuais dos moradores (66%) – perde apenas para custos com alimentação (70%).

Dentre os compradores no Sudeste, 77% afirmam que estavam prontos para o custo real que envolve possuir um veículo, mas 18% dizem ter se surpreendido com os gastos – até porque 92% dos residentes da região já sofreram com algum custo inesperado relacionado ao uso do automóvel. As despesas emergenciais mais comuns são troca de pneus (51%), consertos mecânicos (48%) e multas e revisão por quilometragem (34% cada).

Para esses custos inesperados, 64% dizem ter uma reserva de emergência, enquanto 72% recorreram a algum produto financeiro para arcar com os gastos. Aqui, o mais comum é o uso do parcelamento no cartão de crédito (57%). Ainda é importante ressaltar que 30% afirmam que esses custos extras geram desânimo para manter o carro.

IPVA 2024

O estudo da Serasa ainda aponta que 18% dos moradores do Sudeste não se planejaram ou não sabem como vão pagar o IPVA 2024. Em 2023, 10% dos residentes não haviam se programado para o pagamento e 1% ainda não quitaram o IPVA 2023.

Para reunir as principais informações sobre o pagamento do imposto, a Serasa lançou um Guia do IPVA com dicas para se programar, tirar dúvidas recorrentes e manter as finanças em ordem. Gratuito, o material já está disponível para consulta.

Clique aqui:

https://www.serasa.com.br/carteira-digital/guia-do-ipva-da-serasa/

Autor