Tendências de meios de pagamento para ficar de olho

A ascensão de novos meios de pagamento está moldando um novo capítulo, desafiando as estruturas tradicionais e redefinindo o cenário financeiro em escala global.

Temos pela frente uma promessa notável de transações mais ágeis e eficientes, com custos reduzidos em comparação aos sistemas convencionais.

Criptomoedas

A evolução das criptomoedas está desencadeando uma revolução nos métodos tradicionais de pagamento e redesenhando o cenário financeiro global. 

Elas oferecem transações mais rápidas e eficientes com custos reduzidos em comparação aos sistemas tradicionais. Contudo, desafios regulatórios e volatilidade geram inquietações, afetando a confiança de consumidores e instituições financeiras.

No Brasil, mesmo diante de obstáculos regulatórios, a crescente popularidade das criptomoedas aponta para uma mudança gradual. A população busca alternativas financeiras, impulsionando a adoção dessas moedas como meio de pagamento e investimento. 

Uma nova pesquisa realizada pela Bing Ventures em conjunto com a Alchemy Pay, revelou que os pagamentos com criptomoedas tendem a apresentar um crescimento contínuo ao longo dos próximos anos, e podem subir até 2.000% na medida em que a adoção e a regulamentação do mercado cripto aumenta.

NFC, dispositivos móveis, wearables e aplicativos de pagamento

Ao ampliar nosso foco para a expansão global dos pagamentos sem contato, percebemos uma tendência ascendente impulsionada por inovações como NFC, dispositivos móveis, wearables e aplicativos de pagamento. 

De acordo com o site Mobile Time com a empresa de pesquisas de mercado Opinion Box, em 2027, o mercado de pagamentos sem contato movimentará US$ 11 trilhões, um crescimento de 130% em relação aos números registrados em 2022 (US$ 4,7 trilhões).

Carteiras digitais, blockchain e afins

A evolução do comércio eletrônico também desempenha um papel crucial na redefinição dos métodos de pagamento online. Além dos tradicionais cartões de crédito, carteiras digitais e tecnologia blockchain oferecem soluções mais rápidas e seguras. A aceitação de criptomoedas expande as opções de pagamento, enquanto a autenticação biométrica e tokenização minimizam riscos de fraude. 

Já a modalidade buy now, pay later (BNPL) proporciona flexibilidade aos compradores, refletindo uma adaptação contínua do comércio eletrônico às necessidades modernas.

O levantamento “Panorama sobre pagamentos móveis e comércio móvel no Brasil” constatou que 10% dos brasileiros deixam a carteira em casa porque fazem compras apenas utilizando o smartphone.

Pagamentos instantâneos 

Além disso, os pagamentos instantâneos têm um impacto revolucionário, transformando a forma como as transações financeiras ocorrem globalmente. Além da eficiência e conveniência, esses pagamentos impulsionam a inclusão financeira e simplificam o comércio internacional. Contudo, a questão da segurança, privacidade e regulamentação emerge como desafios críticos que precisam ser endereçados para garantir uma implementação eficaz.

Proteção de dados e segurança cibernética 

No contexto da segurança cibernética e proteção de dados nos pagamentos digitais, as tendências apontam para abordagens avançadas, como autenticação multifatorial, biometria e inteligência artificial. A conformidade rigorosa com regulamentações e a adoção de tecnologias de tokenização são fundamentais para proteger a privacidade do consumidor. A ênfase crescente na educação do usuário e a colaboração setorial visam criar um ambiente digital mais seguro, preservando a confiança dos usuários em transações financeiras online.

Por fim, a evolução constante nos métodos de pagamento formam um panorama dinâmico, redefinindo o modo como lidamos com o dinheiro e desafiando a comunidade global a encontrar soluções seguras e inovadoras para a era digital.

Siga todas as informações do Open Hub News no Linkedin ou em nossa Newsletter.
  

Autor