AI, da emoção à realidade.

Excitado com uso individual da AI? – Você queria preparar um jantar com o uso de 5 ingredientes e causar sucesso. Recorreu ao sabor de AI que mais gosta (ChatGPT ou Bard)  e obteve receitas que deram origem a um jantar fantástico. Parabéns. Em ambientes onde a preocupação com a LGPD, compliance e auditoria são irrelevantes você atingiu seu resultado sem danos a terceiros. AI, Machine Learning, Algoritimos, Empresas Data Driven entre outros serão os temas dessa coluna.

O mundo real

Em um ambiente empresarial, para testar aquele novo algoritmo, acessando terabyteS de dados, grandes desafios precisarão ser superados.

Pesquisa

Uma pesquisa com 2000 tomadores de decisão em TI, – Why Are So Many Organizations Banning ChatGPT? (blackberry.com)–  em países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha entre outros revelou que:

  • 75% das organizações pesquisadas estão atualmente considerando ou implementando proibições ao uso descontrolado do ChatGPT e outras aplicações de IA generativa no trabalho.
  • 61% consideram proibições que devem ser manter no longo prazo ou até mesmo serem permanentes.

Entre os motivos citados na pesquisa destacamos:

  • 67% – Risco potencial à segurança e privacidade dos dados; 
  • 57% – A segunda maior preocupação é o risco para a reputação corporativa de comunicações produzidas pelas ferramentas e disseminadas sem filtros e validações.

Do Utopismo a realidade

O atingimento do ciclo de maturidade. Quando descobriremos que AI é muito mais do que escrever prompts de pesquisa, precisando criar estratégias que tornem a AI um instrumento aderente a toda estratégia do negócio. Isso é racionalidade.

Custos

A adoção de IA se tornará um custo adicional e não fornecerá um adequado retorno do investimento se as suas iniciativas forem feitas pelo modismo (“todos estão fazendo”). É necessário ter objetivos bem claros de seu uso para resolução de problemas de negócio. Bem aplicada, a IA aumenta a eficiência, a inovação e libera tempo para atividades criativas.

Siga todas as informações do Open Hub News no Linkedin ou em nossa Newsletter.
  

Autor