Brasileiros preferem dispositivos móveis para acessar serviços financeiros

Análise da Comscore revela que a categoria financeira alcança 75% da população digital no Brasil. Desses, 94% acessam os serviços bancários pelo celular. Nubank aparece como o app com maior audiência entre as instituições

Com a ascensão dos serviços digitais, as soluções de bancos online e as tecnologias de pagamento cresceram e evoluíram em ritmo acelerado. Como consequência, as instituições financeiras têm performado de maneira expressiva nas plataformas conectadas. A Comscore realizou um levantamento que avalia a performance da categoria nesses canais e traz insights relevantes para guiar as estratégias de relacionamento das organizações com os consumidores.

De acordo com a análise, no mês de junho de 2023, o alcance representado pela categoria “banking” (sites e aplicativos de bancos) no Brasil teve uma penetração semelhante à dos países da América do Norte e da Europa, atingindo 75% do total da população digital brasileira (132,5 milhões de pessoas com acesso à internet). Desses, 94% acessam os serviços financeiros pelo celular.  O País fica atrás somente da Espanha e do Canadá em relação ao alcance das entidades digitais, o qual é o mais expressivo da América Latina.

Em relação à audiência, o Brasil também conta com o maior público na região, atingindo 99,9 milhões de visitantes únicos no mês de junho, o que representa um crescimento de 6% em comparação a junho de 2021. Já México e Argentina aparecem com 34,6 milhões e 24 milhões de unique visitors, respectivamente, obtendo crescimento de 17% e 12% no período.

Acesso mobile

A preferência dos consumidores em relação aos dispositivos móveis também ficou evidente no levantamento. De maneira geral, o consumo mobile-only no Brasil representa 68% dos acessos totais na rede. Especificamente na categoria financeira, a audiência via mobile representou 94% dos acessos e somou a média de 89,4 minutos consumidos por visitante no mês de junho de 2023.

“Embora os hábitos de uso e o acesso ao conteúdo digital variem de acordo com o país e a cultura, na América Latina, a porcentagem de usuários que acessam esses serviços exclusivamente por meio de dispositivos é predominante. Especialmente no Brasil, a notabilidade do consumo mobile-only é um indicativo para que as instituições financeiras criem estratégias para fidelizar os consumidores nesses canais”, comenta Ingrid Veronesi, diretora sênior da Comscore para o Brasil.

Apps preferidos

A análise da Comscore revelou, ainda, que o uso de apps bancários em toda região cresceu nos últimos dois anos. No Brasil, o aumento de minutos consumidos por mês nos aplicativos foi de 21%, na Argentina chegou a 53%, e no México, 25%. Entre os apps com maior alcance entre os brasileiros, Nubank aparece em primeiro lugar, seguido por Caixa, Caixa Tem, PicPay e Mercado Pago.

Finanças nas redes sociais

Na avaliação de audiência cruzada, 9 em cada 10 visitantes latino-americanos do setor bancário são encontrados nas redes sociais. No Brasil, o interesse do público de finanças em relação a outros temas também se mostrou expressivo nas categorias de serviços, entretenimento, varejo e notícias/informações.

Já em relação às redes sociais preferidas da audiência latina, a geração de conteúdo nas é homogênea entre Facebook, Instagram e Twitter. A audiência ainda está mais concentrada no Facebook, que representa 83,4% do público, mas o Instagram é líder em engajamento, respondendo por 60,4% do volume de interações.

Siga todas as informações do Open Hub News no Linkedin ou em nossa Newsletter.
  

Autor